GH: tomar gh, efeitos do gh, gh para crescer

GH: Conheça todas as informações sobre esse Hormônio do Crescimento

O GH é um dos hormônios mais essenciais para o desenvolvimento do corpo humano, principalmente na mudança da infância para a fase adolescente e até a fase adulta, sendo necessário para uma boa qualidade óssea e muscular em geral. Nesse artigo iremos abordar tudo sobre esse hormônio e quais são as suas melhores características para uso no dia a dia.

O GH, desempenha funções importantíssimas no organismo, é sem sombra de dúvidas um dos hormônios com maior destaque por estar relacionado a várias mudanças fisiológicas que acontecem conforme o avançar da idade.

Esse hormônio do crescimento atua tanto nos músculos, como nos ossos, além de participar de um grande aumento na capacidade metabólica do corpo de modo geral.

Seus benefícios continuam se manifestando mesmo na fase adulta, ou seja, o GH é um hormônio que participa da vida do ser humano em toda as fases da vida e que também é bastante utilizado para fins estéticos.

Definitivamente o GH é um hormônio que gera muitas controvérsias com seu uso e que merece uma explicação melhor sobre todos os seus efeitos no organismo tanto para questões funcionais quanto para fins estéticos relacionados com sua utilização.

Nos próximos tópicos conversaremos a respeito de todas as principais informações que estão relacionadas a esse hormônio e como pode ser feita a sua utilização da melhor maneira possível.

O que é o GH?

GH para crescer

O Hormônio do crescimento também é conhecido como Somatropina, e é um hormônio produzido no cérebro pela glândula pituitária, sua composição química possui uma série de aminoácidos que quando estão ligados entre si dão origem ao GH.

É um hormônio natural do organismo e que possui funções fisiológicas extremamente necessárias para um bom funcionamento do corpo.

Como o próprio nome sugere, o GH é um dos hormônios que mais está conectado à fase de crescimento em crianças e adolescentes onde a famosa fase do “estirão” manifesta o pico das concentrações desse hormônio no organismo e consequentemente manifesta de forma mais acentuada as suas capacidades.

A produção diminui conforme o avançar da idade, porém, não é interrompida de forma que continua agindo no organismo durante toda a vida.

O funcionamento do GH é simples, mas, pode ser perigoso e causar danos à fisionomia geral do organismo caso o corpo possua algum tipo de disfunção relacionada ao mesmo.

Ou seja, isso pode fazer com que uma produção desenfreada de altas quantidades do hormônio do crescimento faça com que ocorra casos de “gigantismo” ou órgãos grandes demais gerando certas deformidades no corpo.

Ao mesmo tempo em que uma deficiência que impeça a produção natural do GH pelo corpo pode fazer com que a criança não cresça e por esse motivo desenvolva um quadro clínico de “nanismo”.

Por se tratar de um hormônio muito importante para o corpo, diversas pesquisas buscaram o desenvolvimento do GH sintético voltado para tratamentos clínicos em casos onde é necessário uma intervenção externa do organismo para aumentar a concentração desse hormônio em crianças e proporcionar seu desenvolvimento adequado.

Após certo tempo, constatou-se benefícios relacionados à performance e principalmente a multiplicação de células de diversos tecidos no corpo em geral, o que automaticamente começou a chamar atenção para que seu uso começasse a ser feito buscando uma melhora estética relacionada à queima de gordura corporal assim como um maior potencial de ganhos com a hipertrofia muscular aumentada.

O GH sintético é representado por uma versão injetável de uma espécie de “pó branco” diluído em água bacteriostática e que geralmente é aplicado via injeção intramuscular profunda.

Sendo realizadas na maior parte do tempo durante períodos onde o organismo se encontra com uma baixa concentração de glicose no sangue, para potencializar os efeitos do GH no corpo.

Fatores que estimulam e inibem a produção de GH

Em indivíduos saudáveis, o organismo tende a produzir de forma natural e diária certa quantidade do hormônio do crescimento.

Mas, existem fatores que podem influenciar positivamente ou negativamente as melhores concentrações do GH no organismo.

Alguns dos fatores que mantém bons pulsos de GH no organismo são:

  • Glicemia controlada em níveis baixos
  • Insulina em níveis baixos no sangue
  • Boa qualidade de sono REM
  • Testosterona em níveis adequados
  • Exercícios físicos constantes

Enquanto alguns dos fatores responsáveis por diminuir a concentração do GH no corpo são:

  • Picos de insulina ao longo do dia
  • Nível elevado de glicose no sangue
  • Percentual elevado de gordura corporal
  • Avançar natural da idade
  • Aumento do colesterol

O GH e seu uso para o esporte e fins estéticos

A utilização do GH para fins estéticos está relacionada principalmente pela sua alta capacidade para estimular a queima de gordura corporal de uma forma extremamente rápida e de certa forma “sem limites”.

Pois, com seu uso é possível atingir um percentual de gordura extremamente baixo ao mesmo tempo em que se preserva grande parte da massa muscular, portanto, é um hormônio utilizado principalmente em etapas de preparação onde objetivo principal é reduzir o percentual de gordura mantendo o máximo de volume muscular possível.

O GH é o único hormônio do organismo que possui essa característica em específico, ou seja, age diretamente nas células de gordura para quebra-las e estimula-las a serem utilizadas como fonte de energia na maior parte do tempo.

Além disso, destrói a célula adiposa de forma que a quantidade de células presentes na região alvo se torna cada vez menor e isso também influencia para uma estética corporal de maior definição muscular.

Outro efeito surpreendente obtido com a utilização do GH é o aprimoramento da síntese proteica ao mesmo tempo em que estimula uma maior produção do IGF-1 (Insulina como fator de crescimento).

Isso permite que o organismo consiga ultrapassar o limite natural para construção de massa muscular, pois, naturalmente faz com que o potencial de ganhos musculares aumente de forma progressiva conforme o índice do IGF-1 também aumenta.

Em grande parte, esse é o efeito mais buscado por atletas que aliado ao potencial de eliminar gordura corporal parece representar o que há de melhor em termos de estética e performance de modo geral.

Além disso, seus benefícios são combinados com outros esteroides anabolizantes que potencializam os efeitos do GH e fazem com que o desempenho, performance e melhora estética ocorra em menos tempo que o convencional.

Benefícios do GH

A somatropina não é considerada um esteroide anabolizante, mas, é um hormônio que possui efeitos consideráveis no organismo e por esse motivo é utilizado como estratégia para diversos fins estéticos e de performance.

Alguns dos benefícios que são comuns com a utilização do GH, são:

  • Aumento do IGF-1: Isso faz com que o limite natural para construção muscular seja aumentado e consequentemente ocorra de uma forma mais acelerada
  • Efeitos antienvelhecimento: Causados por uma melhor concentração e sinergia dos hormônios no organismo de modo geral, ao mesmo tempo em que o GH também favorece a reconstrução e multiplicação de células mais rapidamente
  • Regeneração acelerada: Por favorecer a multiplicação celular, um dos efeitos desse hormônio é a recuperação do organismo de forma mais rápida
  • Aumento da massa muscular: Causado de forma indireta pelo estímulo em uma maior produção do IGF-1
  • Efeito lipolítico considerável: Auxilia de forma incrível a queima de gordura corporal para aproveitamento em energia ao mesmo tempo em que destrói a célula de gordura

Porém, diferentemente dos esteroides anabolizantes, o GH não é um hormônio que possui ação rápida.

Ou seja, seu período de uso deve ser bastante longo para que seja possível estimular a melhor mudança estética possível para o corpo e isso faz com que muitas vezes não seja uma opção acessível.

Ciclo de GH: Como tomar!

GH aplicação local

A utilização do hormônio do crescimento em ciclos voltados para fins estéticos não é algo muito comum na maioria dos casos, pois, se trata de um hormônio de custo elevado e que tende a proporcionar benefícios no longo prazo.

Isso faz com que seja desinteressante para muitas pessoas, porém, caso se encaixe em seu protocolo tenha em vista que deverão ser investidos cerca de 3 a 6 meses de uso antes de se obter algum tipo de benefício.

Além disso, as aplicações são diárias, visto que se trata de um hormônio que fica disponível no organismo no exato momento em que é aplicado.

Os locais mais indicados para injeção, são:

  • Coxas
  • Braços
  • Abdômen
  • Glúteos

Geralmente as dosagens utilizadas estão por volta de 0,5ui até 4ui por dia.

O GH possui efeitos colaterais?

Ainda que esse seja um hormônio natural do organismo, seu uso em altas dosagens para fins estéticos pode causar uma série de efeitos colaterais no corpo que podem ser bastante arriscados para algumas pessoas.

Por esse motivo, muito cuidado com sua utilização e opte por acompanhamento médico frequente durante todo o ciclo.

Alguns dos efeitos colaterais envolvidos com o uso do GH para fins estéticos, são:

  • Desenvolvimento de diabetes
  • Disfunção da tireoide
  • Acromegalia
  • Aumento do coração e outros órgãos
  • Aumento da pressão arterial
  • Aumento do apetite
  • Problemas hepáticos
  • Risco de câncer em indivíduos propensos

GH X Esteroides: Qual deles é menos prejudicial ao corpo?

Em termos de danos ao organismo, todo tipo de hormônio é prejudicial ao corpo e pode causar danos no longo prazo.

Portanto, é essencial que sua utilização seja feita com devido acompanhamento médico para potencializar os efeitos positivos e minimizar os negativos no corpo.

Ao se fazer uma relação entre os anabolizantes e o GH, os esteroides possuem uma relação de maior abuso tanto por questões de custo envolvidas quanto falta de informação no momento da utilização.

Porém, o que determinará a diferença entre os danos causados pelo uso de fármacos em geral será a dosagem, o período de uso e o acompanhamento médico correto para que seja possível identificar riscos antes de isso se tornar um problema real.

É impossível dizer que qualquer intervenção que busca performance ou estética através de hormônios é completamente segura, ou seja, tanto o GH quanto os anabolizantes podem ser altamente prejudiciais à saúde do corpo a depender da forma com que são utilizados e também pelos fatores pessoais e genéticos envolvidos.

Formas de aumentar o GH naturalmente

Tendo em mente que o GH é um hormônio produzido naturalmente pelo organismo, existem certas formas para estimular uma maior produção de forma que não prejudique nenhum aspecto da saúde.

É importante ressaltar que esse aumento natural se encaixa dentro dos limites fisiológicos de cada corpo, portanto, a concentração de GH endógeno jamais será a mesma comparada a um ciclo realizado com o próprio hormônio sintético.

Alguns dos fatores que podem auxiliar em um aumento natural da produção do GH endógeno, são:

  • Treinos mais intensos: A alta performance força o organismo a aumentar a produção natural do GH e consequentemente potencializa seus efeitos no corpo
  • Melhora na qualidade do sono: Estimular o corpo a dormir de forma melhor, dando mais atenção ao período do sono REM, irá automaticamente aumentar os pulsos do GH durante a noite
  • Manter a glicose baixa: Visto que um dos inimigos do GH é o alto nível de glicose no sangue, uma estratégia para conseguir manter uma boa liberação de pulsos do hormônio ao longo do dia é evitar a alimentação com carboidratos que geram pico de insulina no sangue
  • Suplementação com substâncias secretagogas: Um bom exemplo de suplementos que podem auxiliar em um aumento na produção natural do GH são a arginina, glicina, zinco, magnésio, cromo, glutamina, vitamina D, B12, B5 e o ácido fólico

Conclusão GH

O GH é um dos hormônios mais importantes do organismo, e que atualmente é bastante utilizado para fins estéticos e de melhora na performance geral do corpo.

Porém, ainda que seja um hormônio natural o seu uso implica em vários riscos e efeitos colaterais, além de se tratar de uma droga que tem seu poder de ação mais voltado para o longo prazo.

Ou seja, diferentemente dos esteroides anabolizantes, o uso do GH para fins estéticos depende de um período maior de uso assim como o devido acompanhamento médico para minimizar todos os riscos envolvidos com sua utilização.

Tags

tomar gh faz mal
gh com
suplemento gh efeitos colaterais
hormonio para crescer
gh lo
gh contra indicacoes
efeitos do gh
gh
gh aplicacao local
injecao gh
gh hormonio comprimido
injecao de gh
tomar gh
hormonio para crescer altura
uso de gh antes e depois
uso de gh em mulheres
gh para crescer
gh como usar
gh faz mal
gh comprimido
homem cresce ate os 21 anos
tratamento para crescer altura
aplicacao de gh
tratamento com gh
gh colaterais
como usar o gh
como tomar o gh
como tomar gh
efeitos colaterais do gh
como aplicar gh
gh hormonio do crescimento como tomar
gh como tomar
gh em comprimido
tratamento gh
tem como crescer depois dos 18
efeitos colaterais gh
crescer depois dos 18
gh tem efeitos colaterais
pode tomar hormonio de crescimento com 18 anos
gh efeitos colaterais
e possivel crescer depois dos 18
como usar gh
aplicar gh
efeito colateral gh
somatropina antes e depois
gh hormonio do crescimento antes e depois
gh comprimido como tomar
resultado gh
o que e gh
gh antes e depois
hormonio gh antes e depois
antes e depois gh
como funciona o gh hormonio do crescimento
efeitos do gh no corpo
remedio gh
uso de gh
ate que idade pode tomar o hormonio do crescimento
gh o que e
gh crescimento osseo
gh capsulas funciona
qual o efeito do gh no corpo
tomar gh cresce
injecao gh preco
gh antes e depois altura
efeitos gh
gh mulher
posso tomar hormonio do crescimento
hormonio masculino gh
gh remedio
gh efeitos
hormona de crescimento
testo gh efeitos colaterais
gh em mulheres
cresci depois dos 21
gh antes e depois masculino
gh para mulheres
antes e depois do gh
tratamento gh crescimento
tratamento com gh para crescer
gh hormonio antes e depois
tratamento hormonal para crescimento
gh em capsula funciona
gh aumenta altura
tudo sobre gh
gh hormonio injetavel
quanto custa um tratamento com gh
tratamento para crescimento
degh
injecao para crescer altura
hgh ciclo
vc gh
participantes gh 2011
tratamento para crescer depois dos 21 anos
melhor gh
ate que idade cresce um homem
hormonio para parar de crescer
gh injetavel
complexo ghr para que serve
as pessoas crescem ate que idade
com que idade a pessoa para de crescer


Comentar