Durateston : Não faça seu ciclo antes de saber tudo sobre esse anabolizante !

Sem sombra de dúvidas, a Durateston é uma das drogas mais conhecidas no Brasil e também faz parte do grupo das mais utilizadas em ciclos de esteroides anabolizantes que visam ganhos brutos de peso.

Esse produto que advém de uma combinação de 4 ésteres de testosterona diferentes uns dos outros busca principalmente promover efeitos mesclados em relação aos ganhos de massa muscular e também sobre a meia-vida da droga dentro do organismo.

É amplamente utilizada em ciclos que visam ganhos brutos de massa muscular, pois, possui ésteres longos que aromatizam com maior facilidade e por esse motivo conseguem oferecer um poder anabólico enorme.

Porém, aliado a esse efeito também se encontram riscos e efeitos colaterais que podem prejudicar tanto à saúde geral do corpo, quanto os benefícios buscados em um protocolo de anabolizantes.

Tendo isso em mente, a seguir abordaremos todos os principais fatores envolvidos no uso da Durateston.

durateston-injetavel-comprar-preco

O que é a Durateston?

Esse fármaco nada mais é do que um anabolizante composto por nada mais que Testosterona.

Porém, que se apresenta ligada a 4 tipos de ésteres diferentes, ou seja, a meia-vida da Durateston possui uma combinação que varia de curta e também de longa duração.

A empresa que criou esse anabolizante foi a farmacêutica Organon dos Estados Unidos, mas é comercializado legalmente no Brasil pela Schering, visto que é uma testosterona padrão.

O que diferencia a Durateston de outras testosteronas é apenas os tipos de ésteres usados na fórmula, que promovem uma liberação gradual no organismo e potencializam alguns aspectos da droga ao longo do ciclo.

Os tipos de testosteronas que estão contidos na fórmula da Durateston, são:

  • Propionato de testosterona (meia-vida: 4 dias)
  • Fempropionato de testosterona (meia-vida: 5 dias)
  • Isocarproato de testosterona (meia-vida: 9 dias)
  • Decanoato de testosterona (meia-vida: 15 dias)


Benefícios e para que serve ?

A Durateston é utilizada principalmente em ciclos para ganhos brutos de massa muscular em um curto período de tempo.

Por se tratar de uma testosterona, é extremamente anabólica e androgênica, ou seja, consegue fornecer uma grande facilidade para que o organismo consiga otimizar todo o processo de construção muscular.

LEIA >>>  Deposteron: Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre esse remédio!

Assim como toda testosterona, a Durateston é excelente para fazer com que a síntese proteica seja aprimorada e dessa forma acelere a hipertrofia muscular.

Além disso, também é um ótimo hormônio para fazer com que ocorra um grande aumento de força, resistência física e melhora no desempenho de modo geral.

Outro efeito bastante comum em ciclos que utilizam esse anabolizante é a capacidade de fazer com que a recuperação muscular seja mais acelerada que o comum, portanto, facilita a construção muscular de todas as formas possíveis.

A Durateston é uma droga que se encaixa melhor para o período de bulking, pois, possui uma característica que é a retenção de líquidos.

Ainda que essa retenção hídrica não seja tão acentuada, pode ser desinteressante para a fase de cutting, visto que existem outros ésteres de testosterona que se encaixam melhor para essa fase.

Geralmente os ciclos realizados com a Durateston são marcados por ganhos brutos ao longo do ciclo, visto que a combinação de ésteres faz com que os efeitos sejam rápidos ao ponto de já ser possível sentir benefícios logo na primeira semana de uso.

Por ser altamente androgênica, também possui uma grande capacidade para queimar gordura corporal, o que auxilia na manutenção do percentual de gordura fazendo com que a maior parte dos ganhos durante o ciclo sejam de puro músculo.

Ciclo Durateston: Como Tomar?

Para que seja possível desenvolver um protocolo correto para o uso desse anabolizante a melhor opção possível é realizar uma consulta especializada com um endocrinologista.

Dessa forma o profissional será capaz de orientar todo o protocolo no intuito de se obter o máximo de benefícios com a Durateston ao mesmo tempo em que se minimiza os efeitos colaterais envolvidos.

Dosagens e tempo de uso desse anabolizante devem ser acompanhados pelo médico para que não haja nenhum tipo de risco à saúde.

Além disso, por se tratar de um esteroide potente, o ciclo deve ser acompanhado de perto juntamente com exames específicos a fim de controlar a concentração hormonal no organismo.

Dessa forma é possível reestabelecer a produção natural da testosterona pelo corpo de uma forma mais rápida e também controlar o excesso da aromatização que pode causar ginecomastia nos homens.

LEIA >>>  Anabolizantes naturais: Saiba o que incluir na sua alimentação para ganhar massa!

O Durateston, como anabolizante, é utilizado em ciclos, que podem ser curtos, médios ou longos.

  • Ciclo curto: tem no máximo dez semanas. Dessas dez semanas seis são de uso e quatro de pausa. Durante o uso do Durateston não se deve utilizar outro anabolizante.
  • Ciclo médio: ciclo com duração de 15 semanas no máximo, sendo oito de uso do anabolizante e 7 de pausa.
  • Ciclo longo: São dez semanas de uso sem pausas. Nesse ciclo os efeitos colaterais são maiores e já foram observados até problemas cardíacos

Efeitos colaterais da Durateston

Os colaterais envolvidos com essa droga são os mesmos de qualquer outro tipo de testosterona, principalmente quando utilizado em altas dosagens.

Os principais efeitos colaterais da Durateston, são:

  • Inibição do eixo hormonal: por se tratar de uma testosterona exógena, o organismo automaticamente suspende o eixo HPT completamente a depender da dosagem utilizada
  • Grande aromatização: Por ser um esteroide de meia-vida mais longa, automaticamente sofre um maior processo de aromatização e pode ser mais propício a causar efeitos estrogênicos
  • Aumento da pressão arterial: Efeito que está relacionado principalmente ao acúmulo de líquidos retidos no corpo durante o ciclo
  • Ginecomastia: Causada pela conversão excessiva da testosterona em estrógeno pelo corpo masculino
  • Queda de cabelo: Devido a um aumento na concentração do hormônio DHT no organismo durante o ciclo, principalmente por indivíduos que já tenham propensão à esse efeito
  • Aumento da próstata: Efeito causado também por uma ação mais acentuada do DHT, onde também provoca sintomas como aumento da oleosidade da pele, acne e etc
  • Alteração no colesterol: Algo bem comum em altas concentrações de anabolizantes no organismo é o prejuízo ao perfil lipídico, nesse caso a Durateston também age aumentando o LDL e reduzindo o HDL

durateston

Quem não pode usar Durateston?

Por se tratar de testosterona, não é um hormônio recomendado para mulheres mesmo em dosagens pequenas.

Pois, possui um valor androgênico muito alto e por isso consegue provocar características virilizantes de forma rápida e permanente.

Caso seja utilizado por mulheres, os efeitos colaterais mais comuns são:

  • Engrossamento da voz
  • Aumento do clitóris
  • Crescimento de pelos
  • Acne
  • Aumento da oleosidade da pele
  • Mudança da fisionomia do rosto

Além disso, indivíduos que fazem parte dos seguintes grupos não devem utilizar a Durateston de forma alguma:

  • Gestantes e lactantes
  • Crianças ou menores de 21 anos
  • Indivíduos com histórico de câncer na família, principalmente câncer de mama ou próstata.
  • Alérgicos a amendoim, pois é um dos óleos vegetais mais utilizados na Durateston
  • Indivíduos com doenças crônicas, disfunção renal, problemas no fígado e etc
LEIA >>>  A importância postural na musculação

Onde comprar Durateston com o melhor preço

Esse anabolizante pode ser conseguido de forma legal com prescrição médica diretamente na farmácia, isso faz com que seja uma droga extremamente confiável e com dosagens bastante controladas.

Ainda que seja vendida amplamente no mercado negro, sem sombra de dúvidas a melhor opção é investir na versão original comercializada pelas farmácias.

A Durateston é adquirida em ampolas de 1 ml, com 250mg por cada ml e sua utilização para ciclos varia entre 250 a 500mg por semana.

A aplicação é feita via intramuscular profunda e muitos usuários reclamam por ser consideravelmente dolorosa em muitos casos.

Como dito anteriormente, não é um anabolizante recomendado para uso em mulheres, pois, é altamente androgênico e pode manifestar características virilizantes de forma rápida e permanentemente.

Conclusão

A Durateston é um esteroide anabolizante de testosterona que combina vários ésteres no intuito de manter uma boa concentração da droga pelo máximo período de tempo possível no organismo.

Além disso, seus benefícios são altamente eficazes para ganhos brutos de massa muscular e também para queima de gordura corporal, pois, possui uma alta capacidade androgênica.

Definitivamente a Durateston não é uma droga recomendada para uso por mulheres, pois, manifesta características virilizantes permanentes.

Além disso, é um fármaco bastante confiável pelo fato de ser possível obtê-lo diretamente na farmácia de manipulação desde que seja apresentada receita médica.

Sem sombra de dúvidas é uma das formas de testosterona mais utilizadas e conhecidas em todo o mundo, e pode ser muito bem utilizada para ciclos que visam ganhos brutos de massa muscular.

 

Veja também um vídeo sobre o Durateston:

 

Esse artigo foi útil para você? Conta pra gente nos comentários!