Publicado em Deixe um comentário

Victoza: TUDO que você precisa saber desse medicamento está AQUI!

Tempo de Leitura: 4 minutos
 Victoza

O número de pessoas que deseja emagrecer de maneira rápida e fácil, sem precisar ficar horas na academia ou sem fazer uma dieta restritiva é grande, e para isso essas pessoas estão sempre em busca de produtos que ajudam a perder peso rápido, sem saber que muitos deles, embora possuam como efeito colateral o emagrecimento, não devem ser usados apenas para isso, como é o caso do Victoza por exemplo.

Você já ouviu falar em Victoza? Ficou em dúvida se ele deve ou não ser usado para o emagrecimento? Se a sua resposta for sim, esse artigo é para você, pois a seguir eu irei falar tudo sobre o Victoza e dizer se você deve ou não usá-lo para emagrecer.

Continue lendo e confira tudo isso a seguir!

O que é Victoza?

O Victoza é um medicamento desenvolvido para ajudar no tratamento da diabete mellitus tipo 2 a fim de ajudar a controlar o nível de açúcar do sangue, sendo que ele só deve ser usado em jovens e adultos com mais de 18 anos.

Esse medicamento também pode ser usado em associação com alguns outros medicamentos de tratamento da diabetes, quando o Victoza sozinho não conseguir controlar o nível de açúcar que está no sangue, contudo é preciso ficar atento e só usar esse medicamento em associação com outro com um acompanhamento médico.

 Victoza

Quais são as indicações?

Conforme dito acima, esse medicamento foi desenvolvido para o tratamento da diabetes mellitus tipo 2, e por isso ele é indicado pelos seus fabricantes apenas para essa função.

Além do mais, pessoas que possuem alergia a algum dos componentes dessa fórmula, principalmente à Liraglutina, não deverão usar esse medicamento. Crianças, mulheres grávidas e que estão amamentando também estão restritas ao uso do Victoza.

As demais pessoas é recomendável consultar um médico antes de começar a tomar esse medicamento, pois apenas com um bom acompanhamento será possível tentar minimizar os efeitos colaterais dele.

Emagrece?

Muitas pessoas vêm falando sobre o uso do Victoza para emagrecer, porém este é um assunto que precisa de um pouco de cautela.

O medicamento foi desenvolvido apenas para o tratamento da diabetes tipo 2, porém um dos efeitos colaterais desse medicamento é o emagrecimento, visto que ele ajuda a aumentar a sensação de saciedade, contudo ele não é indicado para tratamento da obesidade.

Além do mais, a Anvisa só aprovou o uso do Victoza para o tratamento da diabetes, e não para o emagrecimento, pois quem deseja emagrecer com esse produto pode estar colocando sua saúde em risco.

É importante destacar também que usar o Victoza para o emagrecimento exige dosagens muito maiores do que para o tratamento da diabetes, o que pode intensificar ainda mais seus efeitos colaterais.

Victoza precisa de receita?

A fim de garantir que as pessoas não irão tomar o Victoza sem um acompanhamento médico e deixar sua saúde em risco, esse medicamento só pode ser vendido com atestado.

Por isso qualquer pessoa que desejar usar esse remédio deverá consultar um médico para que ele possa dizer se ela pode ou não fazer uso desse medicamento.

 Victoza

Como aplicar?

A aplicação do medicamento deve ser feita com cautela, pois algum erro poderá provocar problemas graves ao usuário.

Veja abaixo o passo a passo de como usar esse medicamento.

  1. Retire a tampa do sistema de aplicação do Victoza.
  2. Em seguida você deverá pegar uma agulha de insulina descartável e colocá-la no sistema de aplicação de modo que ela fique firme e reta.
  3. Você deverá deixar o sistema de aplicação na dosagem correta.
  4. Para a aplicação você deverá introduzir a agulha na pele e segurar o êmbolo por alguns segundos até que a aplicação seja feita.
  5. Após a aplicação, jogue fora a agulha.

Quanto custa o Victoza?

Embora o Victoza seja um tratamento excelente para pessoas que possuam a diabetes tipo 2, ela possui o preço um pouco alto, por isso não são todas as pessoas que conseguem fazer uso desse medicamento.

Em geral é possível que você encontre o Victoza a partir de 300 reais, sendo que esse valor pode se alterar consideravelmente conforme o local onde você está efetuando a compra.

Onde comprar?

Você pode realizar a compra desse medicamente em duas das melhores drogarias do Brasil, a Onofre e Araujo.Ambas são drogarias confiáveis, e estão há muito tempo no mercado, por conta disso são milhões de clientes satisfeitos com os serviços e produtos.

A compra é totalmente segura e você receberá o produto na comodidade da sua casa.

Gostou do texto? Leia também sobre o Saxenda!

Ainda ficou alguma dúvida sobre o Victoza? Deixe um comentário que assim que possível nós responderemos você!

Publicado em Deixe um comentário

Sintomas de Diabetes: Saiba Identificar essa doença!

Tempo de Leitura: 3 minutos

A diabetes é uma doença do grupo de doenças metabólicas na qual a pessoa possui altos níveis de açúcar no sangue, isso devido a falhas no processo de produção de insulina pelo organismo. A diabetes pode atingir a todos, sem restrição de sexo, idade ou estilo de vida. Como você pode identificar os primeiros sintomas de diabetes?

Esse é o assunto que vamos tratar nesse artigo. Através dele você vai saber como identificar os primeiros sintomas dessa doença e assim poder começar o tratamento mais cedo, evitando danos maiores ao organismo.

Quais são os sintomas da diabetes?

A diabetes é dividida em dois tipos, diabetes do tipo 1 e diabetes do tipo 2, as duas são prejudiciais ao organismo e possuem sintomas bem parecidos, a diferença é que na diabetes do tipo 1 esses sintomas surgem de forma mais rápida e intensa.

sintomas de diabetes

Abaixo você confere quais os principais sintomas de diabetes.

Fadiga e fome

O seu organismo transforma a comida que você ingere em glicose, que suas células vão usar para ter energia, porém essa glicose produzida precisa de insulina para que seja usada pelo corpo.

Pessoas que sofrem com diabetes não produzem insulina naturalmente, fazendo com que o seu corpo não absorva os açucares em forma de energia.

Com isso você vai se sentir constantemente cansado e com fome, pois seu organismo vai entender que você não está se alimentando.

Fazer xixi com mais freqüência e sede

Uma pessoa que não possui diabetes, normalmente vai ao banheiro para fazer xixi de 5 a 7 vezes em média por dia.

Já uma pessoa que possui os sintomas da diabetes, vai precisar ir ao banheiro muito mais vezes.

Normalmente, o seu organismo reabsorve a glicose que passa pelos seus rins, porém quando a pessoa tem diabetes e pelo fato dos níveis de açucares no sangue estarem muito elevados, os rins não conseguem realizar essa função. Isso faz com que seu corpo produza mais fluidos que o normal, fato que faz você ir ao banheiro muitas vezes durante o dia.

Boca seca

Além dos sintomas citados, a diabetes também é responsável pela sensação de boca seca, inclusive ressecando a pele e os cabelos. Isso ocorre porque o seu corpo está eliminando mais fluidos pelos rins através do xixi.

Vista embaçada

Também ocasionada pela  falta de fluidos no corpo, suas vistas também podem se tornar mais embaçadas. Isso ocorre por que há o ressecamento dos olhos e com a falta de lubrificação a visão se torna turva.

Infecção por fungos

A diabetes também é causadora do aparecimento de infecções causadas por fungos. Isso por que esses organismos se alimentam de açucares e quando você está diabético esse componente é abundante no corpo.

Os fungos costumam se desenvolver em lugares escuros e úmidos do corpo, geralmente atingindo as áreas entre os dedos dos pés, debaixo dos seios e órgãos genitais.

Quais são os sintomas de diabetes nas mulheres?

Apesar de ser a mesma doença tanto em homens quanto nas mulheres, a diabetes atinge de algumas maneiras diferentes esses dois gêneros.

sintomas de diabetes

No geral os sintomas de diabetes são os mesmos, porém nas mulheres podem ocorrer;

Infecções vaginais

O crescimento exagerado do fungo da candidíase provocado pelo alto nível de açúcar no sangue, pode levar a uma infecção vaginal.

Quando a infecção se desenvolve no organismo os sintomas são coceiras, mal cheiro e dor no ato sexual.

Infecção urinária

A incidência de infecção urinária é maior em mulheres que possuem diabetes, a infecção é desenvolvida quando a bactéria entra em contato com o trato urinário.

Essas infecções podem causar dor ao urinar, sensação de queimação e urina com sangue.

Síndrome do ovário policístico

Isso ocorre quando a glândula adrenal presente no organismo feminino passa a produzir uma grande quantidade de hormônios masculinos.

Os sintomas de ovário policísticos são menstruações irregulares, ganho de peso, acne e depressão.Pode causar a infertilidade feminina e a criar resistência a insulina.

Esses fatores fazem aumentar os níveis de açúcar no sangue e a desenvolver diabetes.

Caso você esteja sofrendo com alguns desses sintomas, não deixe de procurar uma farmácia e realizar um simples teste de glicose. Esse teste vai indicar a sua taxa de glicose no sangue e no caso de alterações, procure orientação médica.

Gostou do texto? Tem algo para acrescentar? Deixe um comentário!

Publicado em Deixe um comentário

Liraglutida: Para que serve? Ela faz emagrecer?

Tempo de Leitura: 4 minutos

A liraglutida é um medicamento que deve ser usado como aliado para controlar a glicemia e o excesso de peso por pessoas que não conseguiram resultados satisfatórios apenas com dieta e exercícios, oferecendo benefícios à saúde e poucos efeitos colaterais.

Quem vive lutando contra a balança e já tentou perder peso usando medicamentos deve lembrar da Liraglutida, que foi desenvolvido em 2011 inicialmente para tratar a diabetes tipo 2, mas que já foi muito usado por quem queria emagrecer, por ajudar no controle do excesso de peso, e teve a sua venda suspensa até fevereiro de 2016, quando foi aprovado e liberado pela ANVISA.

liraglutida

Ela também também é conhecida pelos nomes comerciais Saxenda (Brasil) ou Victoza (nos EUA, Europa e Canadá), e foi o primeiro medicamento aprovado pela ANVISA no Brasil para o tratamento auxiliar da obesidade e do diabetes, que são doenças crônicas.

Se você ficou interessada e quiser saber mais sobre ele, basta continuar lendo esse artigo! Vamos falar mais a seguir!

Para que serve?

A Liraglutida é um medicamento antidiabético injetável, usado no tratamento da diabetes mellitus tipo 2, que ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue, liberando quantidade ideal de insulina apenas quando necessário.

Também é indicado para o controle crônico do peso em adultos com IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 30 (obesidade grau 1) ou acima de 25 (sobrepeso) quando associado a pelo menos uma comorbidade (associação de pelo menos duas patologias no mesmo paciente) relacionada ao peso, como a hipertensão, disglicemia (pré-diabetes e diabetes tipo 2) ou apneia obstrutiva do sono.

A Liraglutida realmente faz emagrecer?

A Liraglutida realmente ajuda no processo de emagrecimento, pois tem propriedades que imitam a ação do GLP-1, um hormônio que é produzido pelo próprio corpo, sempre que você come algum alimento, promovendo uma sensação de saciedade que dura mais tempo, e retardando a digestão do alimento e o esvaziamento gástrico.

Como a Liraglutida é uma solução injetável, sua ação acontece durante as primeiras 24 horas após a aplicação, provocando uma reação natural no organismo, já que atua em regiões do sistema nervoso central que são responsáveis pela regulação do apetite, e é reconhecida como sendo o hormônio GLP-1, que é produzido naturalmente pelo próprio corpo na presença de alimentos.

Estudos realizados demonstraram que a Liraglutida aumenta a produção de substâncias anorexigênicas (medicamentos com a finalidade de induzir a aversão ao alimento e a falta de apetite) no hipotálamo e prolongando a sensação de saciedade, diminuindo o consumo de alimentos e, conseqüentemente, favorecendo a perda de peso.

Os resultados desses estudos realizados com mais de 3 mil obesos no mundo todo mostraram também que ele pode ajudar a perder até 4kgs por mês, podendo ajudar a eliminar até 10% do peso corporal do início do tratamento e reduzir em até 8 cm na circunferência da barriga.

Para potencializar a perda de peso, é recomendável o uso da Liraglutida conciliado à prática de exercícios físicos diários e a uma alimentação hipocalórica.

Quais os efeitos colaterais?

A Liraglutida passou por todas as etapas de pesquisa exigidas pela ANVISA e teve sua segurança e eficácia comprovadas, e por isso é um dos poucos medicamentos aprovados e liberados para o tratamento contra a obesidade no Brasil.

Como todo medicamento, a Liraglutida tem contra-indicações e efeitos colaterais e não deve ser usado sem prescrição e acompanhamento médico, mas, por ser análogo sintético de um hormônio que é naturalmente produzido pelo organismo humano, ela é bem tolerada e as reações adversas mais relatadas são leves e costumam desaparecer rapidamente. São elas:

  • Distúrbios gastrointestinais, como náuseas, vômito, diarréia, constipação, gastrite e dor abdominal;
  • Distúrbios metabólicos e nutricionais, como a perda de apetite e hipoglicemia;
  • Distúrbios do sistema nervoso, como tontura e disgeusia (perda do paladar);
  • Distúrbios cutâneos, como reações e urticárea.

liraglutida

O uso da Liraglutida também pode causar outros efeitos colaterais menos comuns, e o aparecimento de qualquer sintoma deve ser informado ao seu médico.

A ANVISA esclarece que, como todo medicamento novo no mercado, a segurança do produto continuará sendo monitorada com estudos pós-comercialização, que já estão em andamento.

Como tomar a Liraglutida

A Liraglutida deve ser aplicada diariamente, preferencialmente sempre no mesmo horário, com doses que variam de acordo com a indicação médica.

A injeção de Liraglutida pode ser injetada com a caneta aplicadora pelo próprio paciente na pele do abdômen, coxa ou braço, não devendo ser administrada por via intravenosa ou intramuscular. A caneta aplicadora é equipada com uma agulha muito fina, o que torna a aplicação praticamente indolor.

Veja também um vídeo sobre o assunto:

É aprovado pela Anvisa?

Como dissemos, esse medicamento foi aprovado pela Anvisa no ano de 2016 e já começou a ser comercializado no Brasil. Por isso, se você está pensando em tomar, mas ainda tem dúvidas se ele está certificado, pode ficar tranquila!

Por hoje é isso, pessoal! Se você gostou desse artigo, compartilhe com os seus amigos!

Publicado em Deixe um comentário

Receitas para diabéticos fáceis de fazer!

Tempo de Leitura: 2 minutosreceitas para diabeticos

A diabetes é uma doença grave e que atinge milhões de pessoas ao redor do mundo. Os cuidados com a alimentação são fundamentais para melhorar a vida do paciente e também ajudar no controle da doença.

Conheça, a seguir, algumas receitas para diabéticos que são fáceis de fazer no seu dia a dia, tornando sua alimentação mais gostosa e ajudando no controle da diabetes.

Filé de salmão ao forno:

Ingredientes:

  • 500 g de filé de salmão;
  • Azeitonas fatiadas e sem caroço;
  • 1 cebola picada;
  • Suco de 1 limão;
  • 3 colheres de sopa de molho de soja (shoyu);
  • Sal, azeite e orégano a gosto (temperos);

Modo de preparo:

Regue os filés com o suco do limão, acrescentando o molho de soja e os temperos, e reserve. Refogue a cebola e as azeitonas no azeite. Coloque os filés numa assadeira sobre um papel alumínio e coloque o refogado por cima. Leve ao forno médio por cerca de 30 minutos até dourar.

O filé pode ser servido com legumes refogados ou arroz integral, dependendo da quantidade de carboidratos permitidos para cada paciente diabético.

Rendimento:

4 porções (Carboidratos por porção = 0 g)

Frango com iogurte:

Ingredientes:

  • 1 kg de peito de frango cortado em cubos;
  • 1 cebola picada;
  • 1 lata de molho de tomate;
  • 2 pimentões verdes picados;
  • 2 potes de iogurte natural desnatado;
  • Sal, alho e pimenta a gosto (temperos);

Modo de preparo:

Misture o frango com os temperos e coloque numa assadeira untada. Espalhe por cima o pimentão, o iogurte e o molho de tomate. Cubra com papel alumínio e leve para assar em forno médio por 20 minutos até dourar.

Rendimento:

5 porções (Carboidratos por porção = 11,50 g)

Maçã assada com canela:

Ingredientes:

  • 6 maçãs Fuji descascadas e cortadas ao meio;
  • 1 colher de sopa de adoçante em pó para forno e fogão;
  • 1 colher de sopa de manteiga sem sal;
  • 1 colher de sopa de canela em pó;

Modo de preparo:

Coloque as maçãs numa assadeira e passe um pouco de manteiga em cada uma. Polvilhe com o adoçante e a canela, cobrindo-as. Leve ao forno médio por 25 minutos até dourar. Você pode servir as maçãs acompanhadas com sorvete de creme diet.

Rendimento:

6 porções (Carboidratos por porção = 22,80 g)

Gelado de manga:

Ingredientes:

  • 3 mangas picadas;
  • Suco de 1 limão;
  • 2 xícaras de água filtrada;
  • 1 xícara de suco de manga concentrado e sem açúcar;
  • 2 claras em neve;
  • 1/2 xícara de adoçante para forno e fogão;

Modo de preparo:

Bata num liquidificador a manga, o suco de limão e a água. Junte o adoçante, o suco concentrado e as claras em neve, mexendo delicadamente. Coloque a mistura em forminhas e leve ao congelador por 2 horas.

Retire as forminhas e bata no liquidificador até obter uma mistura cremosa. Monte em taças decoradas com pequenas cascas de manga.

Rendimento:

5 porções (Carboidratos por porção = 29,50 g)

As receitas para diabéticos são gostosas e práticas, ajudando na melhoria da qualidade de vida dos pacientes e também promovendo o controle da doença.

Continue conosco nos próximos artigos e deixe aqui seus comentários ou dúvidas. Até mais.

[the_ad id=”4561″]