Publicado em Deixe um comentário

Alimentação com ovo: Quantos ovos pode comer por dia? É realmente o vilão? TIRE TODAS AS SUAS DÚVIDAS!

Tempo de Leitura: 2 minutos

alimentação com ovo

Oi gente, provavelmente você já deve ter ouvido falar muito sobre o ovo, tanto bem, quanto mal. Afinal de contas, durante muitos anos, a alimentação com ovo foi tida como um das piores, devido ao fato de que, foi indicado como o vilão por alterar o seu colesterol ruim e por ai vai.

Mas pasmem, o nosso queridinho ovo é um dos alimentos mais ricos da nossa alimentação, e não, ele não altera o nosso colesterol ruim, a uma grande incerteza ainda sobre a quantidade, afinal quantos avos podemos consumir ao longo do dia?

Se eu lhe fizer essa pergunta hoje você saberia a resposta?

Vamos conhecer um pouco mais sobre ele

O ovo é um alimento rico em proteínas, o que significa que contém todos os aminoácidos essenciais que nosso corpo necessita. Com isso, encontra-se vitaminas dos grupos B, A, E e D, assim como ácido fólico, biotina, magnésio, potássio, selênio, zinco, fósforo e ferro. Parece muita coisa, não é mesmo? Mas, contém tudo isso, portanto não tem como dizer que ele não é bom.

Estamos diante do alimento mais rico que temos, além de ser o mais acessível. E também, a alimentação com ovo é uma das mais práticas que temos hoje em dia e não há dúvidas de que pode nos trazer vários benefícios à saúde.

Por outro lado, um dos seus principais componentes é a gordura, um nutriente que muitas vezes é relacionado com o aumento do colesterol do sangue. Diante disso, alguns estudos realizados já conseguem comprovar e concluir, que o consumo de ovos não aumenta de forma considerável os níveis plasmáticos de colesterol.

Dessa forma, os resultados obviamente variam dependendo de alguns fatores, com estado nutricional, exercícios e a própria alimentação.

Tipos de ovos

Mas então, quantos ovos posso comer?

Bom, para a maioria das pessoas que praticam atividade física de intensidade moderada, tem uma alimentação balanceada e com os níveis de colesterol no sangue normais, podem consumir até sete ovos por semana. Com isso, essa quantidade não consegue alterar o risco de sofrer algum distúrbio hormonal.

E os atletas?

Sabemos que o ovo é um alimento importante para quem pratica e leva o exercício físico como um esporte. Assim, isso se deve pelo fato de que a clara é bastante rica em albumina que é uma proteína de alto valor biológico.

Além disso, disponibiliza aminoácidos para o processo de ganho de massa magra, assim como o processo de manutenção da mesma.

Mensurar uma quantidade em uma alimentação com ovo, para um atleta é sempre um desafio. Por isso, o ideal é sempre um acompanhamento nutricional, para que essa quantidade no seu caso, seja sempre especifica para sua necessidade.

Publicado em Deixe um comentário

Benefícios do ovo

Tempo de Leitura: 2 minutos

Os ovos já foram considerados vilões da saúde, pois acreditava-se que seu consumo aumentaria e muito o percentual de colesterol no nosso sangue. Hoje em dia as coisas são diferentes: os ovos foram aliviados da conotação negativa, já que se descobriu que é possível manter as taxas de colesterol sobre controle e ainda comer vários ovos por semana. Esse artigo tratará de alguns dos inúmeros benefícios que esse importante alimento tem. Quer saber mais? Boa leitura.

ovo

Boa proteína

Quem faz dietas hiperprotéicas, para alcançar a hipertrofia, tem no ovo um poderoso aliado. Isso porque o ovo é rico em proteína de qualidade, formada por diversos aminoácidos essenciais. Isso significa que ela sacia com maior facilidade, além de que a variedade cozida só possui 77 kcal, o que é de grande ajuda também para quem está querendo perder alguns quilos.

Fonte de Ômega 3

Esse ácido graxo é essencial para o bom funcionamento do organismo. Pensou que ele só existia nos peixes? Errado! A clara do ovo, entre outros nutrientes importantes, também contém Ômega 3.

Contra o envelhecimento precoce

Certos nutrientes presentes no ovo são importantes no combate de radicais livres, que prejudicam o funcionamento do organismo e geram envelhecimento precoce das células, o que reflete em nossa aparência. Entre eles estão o selênio, zinco e vitaminas A e E.

A favor da gravidez

É certo que gestantes e quem quer engravidar precisam ter uma alimentação reforçada para criar as condições ideais para criar a nova vida. O ovo contém ácido fólico, um nutriente essencial para o bom desenvolvimento da gestação e ferro, que combate a anemia e garante boa oxigenação de todo o corpo.

Amigo das funções cerebrais

A colina, presente nos ovos, contribui para a formação de novos neurônios e manutenção da saúde cerebral, reduzindo o risco do aparecimento de Parkinson e Alzheimer.

Contra o câncer de mama

A mesma colina que protege o cérebro também atua como importante aliada no combate ao aparecimento do câncer de mama. Um estudo publicado garante: entre quem consumia mais ovos durante a semana, 44% apresentaram menor aparecimento da doença.

Favorável aos olhos

A luteína e zeaxantina do ovo previnem a degeneração dos olhos com o passar dos anos, prevenindo, por exemplo, o aparecimento de catarata.

Cuidados

Assim como qualquer outro alimento, o ovo requer cuidados em seu consumo e armazenamento para preservar sua qualidade e não transmitir doenças.

  • Fique longe de ovos crus ou pratos preparados com esse ingrediente, principalmente durante a gravidez, já que o sistema imunológico poderá estar debilitado. O ovo cru pode transmitir salmonela – e isso também inclui lamber a colher da massa de bolo antes de assar!
  • Ao armazenar os ovos, evite a porta da geladeira. O movimento constante pode fazer com que eles caiam e se quebrem.
  • Só lave os ovos antes de prepará-los: guardá-los com umidade na casca favorece a entrada e proliferação de microorganismos.
  • A quantidade de gordura e calorias dobra se ovo for frito. Prefira consumi-lo cozido ou pochê.