Publicado em 1 comentário

Isotônico: Engorda? Faz mal? Quando devo tomar? Descubra tudo isso aqui!

Tempo de Leitura: 4 minutos

O isotônico é uma bebida muito usada por atletas profissionais e esportistas.  Eles precisam hidratar o corpo, repor energia e suprir as demandas do organismo durante ou depois da atividade física. Mas esses não são os únicos benefícios dessa bebida energética.

O que pouca gente sabe é que está bebida também oferece benefícios para quem não pratica exercícios físicos (se consumido de forma adequada) e que deve ser consumido com moderação, porque pode oferecer riscos.

Nesse texto vamos falar tudo que você precisa saber sobre o uso do isotônico, suas indicações, como e quando tomar isotônico e os seus principais benefícios.

O que é isotônico?

Trata-se de um suplemento usado para repor carboidratos e sais minerais (como o sódio e o potássio) perdidos durante os exercícios físicos intensos ou de longa duração. Seu uso de faz necessário em atividades com as maratonas, triatlos e ciclismo, por exemplo.

Para que serve?

Ele serve para repor as perdas hídricas causadas pelo suor e os nutrientes que só a água não é capaz de repor. Durante as atividades acontece perda de sais minerais como o sódio e o potássio, presentes no isotônico.

É importante dizer que as únicas funções desta bebida são repor os sais minerais e hidratar o corpo. Ele não influencia no desempenho do atleta! Apesar de também ajudar a eliminar o cansaço e a repor as energias.

Além disso, o ele também evita as câimbras, as dores nas pernas (sintoma comum de quem está desidratado) e a desidratação. Apesar de não substituir o soro, pode ajudar no caso de diarreia.

Isotônico

Quando devo beber?

É recomendado ingerir:

  • de 200ml a 400ml de líquidos antes dos exercícios físicos intensos
  • até 2 litros durante os exercícios
  • até 1,5l depois do treino

Isso é claro vai depender da intensidade e da perda de peso que aconteceu. Esses líquidos podem ser água, água de coco, sucos ou o próprio isotônico, de acordo com a sua necessidade.

Como falamos, está bebida também contém carboidratos. Por isso, se a sua refeição pré-treino já tiver carboidratos, você não deve beber o suplemento antes do exercício físico. Nesse caso, você pode beber água ou suco antes de começar a se exercitar, e beber o isotônico durante e depois do treino.

Outra opção é fracionar a necessidade de bebida que você precisa repor. Se você perdeu 400g durante os exercícios, você perdeu 400ml de líquidos. Então você pode beber 200ml de água e 200ml de isotônico, por exemplo.

Está bebida também pode trazer benefícios para quem não pratica exercícios físicos. Um exemplo são nos casos de hiponadremia (carência de sódio) e hipopotassemia (carência de potássio).

Engorda?

Uma garrafa de 500ml  tem apenas 120 calorias. Ou seja, não é o suficiente para dizer que isotônico engorda. Porém, como é uma bebida rica em glicose, quando usada em excesso por pessoas que não praticam atividade física, o isotônico pode acarretar em um acúmulo de gordura e aumento de peso.

Isotônico

 Faz mal?

Pessoas que sofrem de:

  • insuficiência cardíaca
  • doenças renais
  • hipertensão arterial
  • E Diabetes

Devem evitar consumir, por causa do excesso de sódio e glicose (uma garrafa pode ter de 50 mg a 160 mg de sódio).

Você também não deve substituir a água pelo isotônico para a hidratação normal do dia a dia.

O que é melhor? Isotônico ou água de coco?

Isotônico

Tanto o isotônico quanto a água de coco são ótimas opções de hidratação, e a água de coco é um isotônico natural, mas o que é melhor?

A água de coco é rica em vitaminas, fibras e minerais e tem menos calorias que um isotônico, mas tem menos sódio e 10 vezes mais a quantidade de potássio que um isotônico. Só esse comparativo não responde à essa pergunta, e na verdade, tanto a água de coco quanto o isotônico cumprem bem o papel de hidratar e repor os nutrientes e a água perdida durante o exercício físico. O que diferencia um do outro é a intensidade e o tempo do exercício físico realizado, pois vão resultar em mais ou menos perda de peso.

Quem faz atividade física leve ou moderada e perde até 2% de peso corporal os exercícios físicos podem se hidratar apenas com água ou água de coco, enquanto o isotônico é indicado para quem faz atividades físicas mais intensas e perde mais de 2% de peso.

Para fazer essa conta, multiplique seu peso pós treino por 100 e divida o resultado pelo peso de antes do treino e subtraia 100 do resultado. Se o resultado for maior que dois, você deverá tomar um isotônico, se for menor, fique apenas na água.

Gostou das nossas informações? Deixe seu comentário!

Publicado em Deixe um comentário

Suplementos dietéticos vs. Auxiliadores ergogênicos

Tempo de Leitura: 2 minutos

Sabemos que a complementação alimentar é amplamente realizada por praticantes de atividades físicas, principalmente por fisiculturistas e atletas de alta performance em geral. Esta suplementação alimentar é, em alguns casos, fundamental para a manutenção da dieta destes atletas, por ser uma maneira prática de fornecer os nutrientes que não podem ser consumidos em quantidades adequadas em uma dieta padrão, tais como, proteínas, fibras, vitaminas, minerais e aminoácidos.

Para quem pretende iniciar uma dieta com previsão de suplementação, é fundamental conhecer um pouco mais sobre o assunto para entender em qual momento esta será necessária e realmente efetiva em seu caso.

Os estudos realizados na área, atualmente dividem a suplementação em duas maneiras amplas: Suplementos dietéticos e auxiliadores ergogênicos. Para te ajudar a compreender estes terrenos, explicamos um pouco mais sobre o que se trata cada um desses casos.

Suplementos dietéticos

suplementos-dieteticos

Os suplementos dietéticos são mais comuns de serem encontrados em dietas e, em alguns casos, são considerados a forma mais saudável de manter uma suplementação nutricional. Em resumo, suplementos dietéticos fornecem ganho de energia e reposição nutricional exigida após a prática de atividades físicas.

Dentre as opções de suplementos dietéticos encontram-se:

– Bebidas esportivas, com CHO e eletrólitos;

– Os suplementos com alto teor de CHO como os géis de CHO;

– Multivitamínicos e vitamínicos;

– Suplementos minerais;

– Refeições líquidas;

– E os suplementos à base de cálcio.

Este tipo de suplementação é reconhecido como uma forma de complementação que não promove o aumento do desempenho de um atleta. No entanto, alguns estudos afirmam o contrário, por considerar este ganho um alvo consequente da melhora nutricional. Afinal, atletas não ficam melhores com uma suplementação dietética, mas ganham mais tempo em prática da sua atividade, o que consequentemente melhora a sua performance.

Suplementos auxiliadores ergogênicos
auxiliadores-ergogenicos Já a suplementação auxiliadora ergogênica engloba todos os demais tipos de suplementação, sendo considerada capaz de aumentar a performance de um atleta. Isto porque este tipo de suplementação fornece substâncias que, fisiologicamente, não fariam parte da demanda nutricional. O que poderia ser entendido como uma forma de não apenas manter o atleta em atividade por mais tempo, mas também de torná-lo mais forte ou mais rápido.

Este fator deve ser uma grande preocupação para atletas, principalmente de competição, por tornar a prática deste tipo de suplementação algo muito próximo ao doping. Portanto, fique atento e consulte sempre um especialista antes de iniciar a sua dieta complementar.

Publicado em 2 comentários

ZMA: Tire todas as suas dúvidas sobre esse famoso suplemento!

Tempo de Leitura: 3 minutos

Existem muitos suplementos alimentares no mercado, os quais atendem diversas necessidades do indivíduo. Dentre os que garantem maior ganho de força e outros benefícios musculares e corporais está o poderoso ZMA, o qual é um potente combo de nutrientes desenvolvido pela Arnold Nutrition e muito procurado por atletas e amadores de todo o mundo. Você pode encontrar o ZMA na Netshoes por um ótimo preço! Confira:

zma

Composição do ZMA

O ZMA, em sua composição, consiste numa potente fórmula mineral anabolizante composta pela vitamina B6, Magnésio e Zinco, os quais são nutrientes que o corpo precisa constantemente, ainda mais quando se pratica atividades intensas e com uso da força.

Segundo estudos recentes, um atleta tende a perder zinco e vitamina B6 na execução de exercícios de alta intensidade, como também perde o magnésio em exercícios de levantamento de peso. Esse processo de perda deve ser evitado, pois o magnésio, por exemplo, é praticamente escasso no nosso corpo, sendo que é um nutriente essencial.

Como tomar ZMA

Como é categorizado como um repositor de nutrientes, não é necessário ser tomado antes ou depois de exercícios físicos e sim num horário em que ser corpo esteja preparando para entrar em repouso. A maioria dos produtos contém em sua rótula a dosagem de 1 cápsula 30 minutos antes de ir dormir. Deve-se tomar também o ZMA até em dias que não há treinos, pois seu efeito não é imediato, funcionando como um processo de uso contínuo.

É importante que você vá a um nutricionista e siga todas as suas orientações. Realize exames de sangue para saber qual a concentração do zinco, magnésio e vitamina B6 no seu organismo, e assim poderá tomar caso necessário doses maiores de reposição. É realmente necessário um nutricionista, não tome nada sem prescrição médica, fica a dica!

Benefícios do ZMA

Dentre os benefícios, efeitos no organismo e resultados dos nutrientes do composto ZMA estão:

  • Ganho de força muscular.
  •  Rápida recuperação muscular pós-treinos, evitando fadigas.
  •  Desenvolvimento dos tecidos musculares.
  •  Exclusivo: não há outro concentrado dos três nutrientes melhor no mercado do que o ZMA da marca Arnold Nutrition.
  •  Aceleração do metabolismo de proteínas e aminoácidos.
  •  Aumento de 30% na produção da testosterona (efeito pró-hormonal saudável).
  •  Ótimas noites de sono devido ao relaxamento do produto auxiliando na recuperação muscular.
  •  Reduz câimbras e tensões musculares durante e depois de exercícios, principalmente os intensos.
  •  Diminui chances de perda de massa magra ganha nos exercícios musculares (anticatabolismo).
  •  Melhoras de concentração, reflexos corporais e retenção hídrica.

Contraindicações e efeitos colaterais do ZMA

É contraindicado o alto e constante consumo de alimentos, suplementos ou remédios que contenham em sua composição o cálcio, pois tal interfere de modo negativo na absorção do zinco e do magnésio no nosso corpo. Consulte um médico para saber se aquele remédio que você toma combina ou não, como também aquele suplemento vai reagir errado ou não com os nutrientes do ZMA.

Apesar de o medicamento não conter nenhum efeito colateral registrado por seus consumidores nem indicados nas embalagens, é necessário consultar o médico para saber se não há nenhuma alergia ou reação que seu organismo possa ter com o consumo de tal. Crianças e gestantes são expressamente proibidas do consumo. Idosos e portadores de deficiências no geral devem indagar o médico a respeito do seu interesse para com o ZMA.

Confira este vídeo com mais informações sobre o ZMA:

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente nos comentários!